terça-feira, 26 de junho de 2012

5 Razões para Perdoar




O perdão é um poderoso transformador na vida de qualquer pessoa, de seguida deixo-te cinco razões para que assim seja:

1 Liberdade

O perdão liberta-te das razões que te tem magoado e que se centram em coisas que ocorreram no passado,e que enquanto não as perdoares continuarás prisioneira desse passado e dos julgamentos que tens sobre as pessoas ou situações que estiveram na origem dessa tua dor.Na tua perspetiva essas pessoas cometeram um "crime", mas és tu que estás prisioneira dessas recordações.

2 Amor próprio

O perdão é o maior sinal de amor próprio que podes dar a ti mesma, ele nada tem a ver com as outras pessoas ou situações,mas sim contigo, com a forma como interpretaste o que te aconteceu e pela forma como ainda permites que aconteça na tua vida,conservando os seus efeitos, pois continuas a reviver os factos vezes e vezes sem conta.E em sinal de amor por ti não permites que isso continue a acontecer e libertando-te através do perdão.

3 Criar espaço

Ao perdoar crias espaço em ti para que algo de novo possa ocorrer, para que o amor possa ocupar o espaço que essas memórias do passado ocupam na tua mente, essas memórias são apenas ideias,pensamentos que existem apenas porque as continuas a alimentar com a tua atenção e emoção.Deixando-as partir verás que elas preenchiam muito espaço teu,elas exigiam muito de ti.Perdoando libertas espaço na tua atenção para que a tua essência amorosa se possa expressar.

4 Viver no presente

O perdão leva-te a deixares partir o passado,pois esse passado que perdoas é um passado de rancor, de dor, que nada de bom te dá.Pois nada podes fazer para alterar o que aconteceu,aquilo que podes fazer é não permitires que o que te aconteceu te aprisione ainda hoje e te impeça de viveres a tua vida.A tua vida acontece aqui e agora e só tu a podes viver.O perdão permite-te estares livre para viveres em pleno a vida que mereces neste momento.

5 Confia na vida


Perdoando permites-te estar atenta aos sinais que a vida te dá, deixa que a vida cuide de ti, ela sabe o que é o melhor para ti. Basta-te estares recetiva ao que a vida tem para ti e abraçares cada oportunidade que surja para evoluires ao encontro do melhor de ti.Tudo o que acontece na tua vida pode servir para que cresças como ser humano ou então pode-te aprisionar se te focares nos aspetos negativos.Cada problema que ocorra na tua vida,sim porque  eles acontecem e continuarão a acontecer, podem ser isso mesmo um problema que fazes com que se torne ainda maior e te bloqueie ou então podes escolher encarar-los como desafios que te fazem crescer e elevar o teu nível de consciência.

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Dentro de ti encontras as respostas




Esta é uma ideia já muito divulgada, que dentro de nós encontramos todas as respostas e que é voltando para nós mesmos que encontraremos tudo o que precisamos e que todas as mudanças acontecem primeiro dentro de nós e só depois acontecem no exterior.

Por vezes ocorre o engano que esta ideia representa olharmos só para nós, aumentando o egoísmo e a ideia de separação de tudo o resto e  todas as outras pessoas.Como se fossemos auto-suficientes e que não precisaríamos de mais ninguém para sermos iluminados.

Este é um dos engôdos que se podem cair num caminho de descoberta e desenvolvimento espiritual que podem levar a um sentimento de especialidade,de alguém que se torna mais iluminado do que os outros e que por isso está acima dos outros,que sabe mais do que os outros e nada tem a aprender com os  restantes que ignoram a sua verdadeira condição de seres,ignoram a sua essência.

E isto é cair em fundamentalismos que servem apenas para separar e reforçar as ideias controladas pelo medo,medo de escassez,medo da perfeição que existe em todos nós.

Se nos permitirmos vivenciar em pleno aquilo que somos,a nossa essência, iremos verificar que somos de facto todos um e que quando falamos em dentro e fora, falamos da mesma coisa e isso tem a ver com o mais puro estado de espírito, com esse campo de consciência que somos e onde todas as possibilidades são possíveis.

Em termos práticos o que significa é que a realidade em que vivemos,vem como todas as pessoas que dela fazem parte, são uma projeção de diferentes  aspetos nossos e que elas servem para os sinalizar por forma a que lidemos com eles, os possamos agregar e fazer com isso expandir a nossa consciência,a nossa essência.

Esse é o nosso objetivo nesta experiência humana,pois a nossa essência é perfeita, logo não pode ser mudada apenas pode ser estendida,apenas pode crescer.Aquilo que podemos mudar é a perceção sobre quem somos e sobre aquilo que ocorre na nossa realidade.E ao mudarmos a nossa perceção a realidade em que vivemos muda também.

Todas as pessoas que fazem parte da nossa vivência humana ajudam-nos, e nós a eles, são fatores de aprendizagem que nos permitem aproximarmos-nos mais da nossa essência e torná-la mais consciente na nossa vida.

A forma como tratamos os outro diz de quem somos,pois nós aprendemos através daquilo que ensinamos.Aprendemos quem somos,percecionamos as crenças que possuimos sobre nós e o nosso papel na sociedade humana pela forma como lidamos com as outras pessoas,com os julgamentos que fazemos delas e percebendo que o fazemos sobre nós mesmos,pois somos todos um em essência.

Se procuras respostas para a tua vida irás encontrar-las dentro de ti e isso pode ser sinalizado de diversas formas,podendo ser uma ideia, um livro que lês,uma conversa com alguém, um workshop que frequentes,seja qual for a forma que venha a ocorrer,ela será a mais adequada para ti para que melhor a entendas.

A ti só se pede que estejas presente, que estejas recetiva e atenta aos sinais que a vida te dá e que confies, que aconteça o que acontecer será para o teu melhor e que estarás preparada para lidar com isso.

sexta-feira, 22 de junho de 2012

5 Ideias para simplificar a tua vida



A vida de tão perfeita e equilibrada que é, é em si mesma simples.Aquilo que a pode complicar é a nossa relação com ela, desde logo começando pelo facto de nos vermos como sendo separados da vida, como se fosse algo que nos acontece e não algo que é quem somos. 

Na verdade nos somos a vida,sem ti não há vida,és a consciência de que a vida existe de outra forma ela não existiriam, pois não estaria a ser vivida.Mas a ideia é simplificar e quando começamos a querer racionalizar muito, a querer compreender tudo, estamos a complicar aquilo que é simples.

Logo em vez de tentar entender é melhor viver e para isso deixo-te cinco ideias para simplificares a tua vida:

1 Estás vivo

Parece uma evidência, estás vivo, só que muitas vezes esquecemos isso mesmo, o verdadeiro milagre que é viver, estar vivo em toda a complexidade perfeitamente simples que é o Ser humano e como temos isso como um dado adquirido não damos o devido valor que é estar vivo, já reparaste na quantidade incrível de funções que sincronizadamente tem de acontecer para que estejas vivo e o quão precioso isso é.

2 Flexibilidade

Ser flexível é estares disponível para te adaptares às constantes mudanças que acontecem a todo o tempo, é perceberes que tudo está em constante movimento e quanto mais flexível fores mais te vais adaptando a essas mudanças,pois quanto mais agarras ao que te é conhecido,mais resistência crias e  aquilo a que resistes persiste e fazendo-o estagnas e acabas por te limitar.

3 Esquecer os Devia

Os devia condicionam a tua vida, eu devia fazer isto...; eu devia ser assim...Na verdade não devias nada, pois é na luta entre aquilo que és e o que achas que devias de ser que complicas a tua vida.E essa constante divergência faz-te desperdiçares tudo de bom que és pensando no que devias ser ou fazer.Simplifica e esquece os devia e abraça o que é.

4 Estar presente

A tua vida só pode ser vivida por ti, mais ninguém a pode viver por ti e se te distraíres com o que quer que tenha ocorrido no passado ou o que possa ocorrer no futuro, deixas de viver no único momento onde de facto vives e onde podes agir para fazer a diferença.Simplificas a tua vida deixando o passado  onde está pois não o podes mudar, assim como simplificas quando deixas de ansiar pelo futuro que existe apenas como pensamento na tua mente, pois ele chega sempre sob a forma de presente.Se desfrutares em pleno do momento presente estarás sempre bem.

5 Partilhar o amor

Simplificas muito a tua vida partilhando o teu amor, pois quanto mais partilhas, mais amor tens na tua vida, e mais provas desse amor a vida te dá, pois o facto de partilhares significa que o tens para dar e quanto mais te focas no amor que existe em ti e o procuras ver nas outras pessoas e situações da tua realidade, mais irás encontrar.Aquilo em que te focas torna-se real para ti.




quarta-feira, 20 de junho de 2012

4 Ilusões do despertar espiritual



No caminho do despertar espiritual, por vezes podemos cair em ilusões que nos afastam ainda mais da nossa essência, ilusões que reforçam a ideia de separação de todos os outros e da realidade em que estamos inseridos.De seguida deixo-te algumas das  que podem ser essas ilusões:

1 Saber mais do que os outros

Quando as pessoas se começam a interessar por estas temáticas do desenvolvimento pessoal,da espiritualidade, e afins;vão alargando a sua consciência,vão-se conhecendo mais e podem cair na tentação de acharem que sabem mais do que os outros que ainda não descobriram estas temáticas.Neste caso elas estão a reforçar o seu ego, que se vê como separado de todos os outros e que procura ganhar vantagem.

2 Ser mais especial do que os outros

As pessoas que se iniciam em terapias energéticas,como o Reiki, por exemplo,que é das mais conhecidas.E começam a sentir mais a energia em si e percebem que podem canalizar essa energia,podem cair na ilusão que são especiais por comparação aos outros que não o fazem.Mas a energia,independentemente do nome que se lhe dê e do nível de frequência a que se aceda a ela, é universal e está disponível para todos,porque todos nós somos energia, a única diferença é a frequência de vibração em que cada um tem consciência,ou não, de estar sintonizado.

3 Conhecer a verdade

Outra ilusão em que se pode cair facilmente é achar que se conhece a verdade, que aquilo que aprendemos,que aquilo que passamos a saber sobre nós e o que nos rodeia é a verdade absoluta.E quem não concordar com ela está errado,que não conhece a verdade e então essas pessoas só tem como solução conhecer a nossa verdade,pois nós é que sabemos, pois já somos muito evoluídos e até já lemos muitos livros e fizemos muitos cursos e workshops.

4 Ser mais merecedor

Muitas pessoas começam a sua busca espiritual após algum revés pessoal,como uma doença,ou a perda de um ente querido e isso pode-as levar a achar que por aquilo que passaram são mais merecedoras que os restantes que não passaram o mesmo que elas,pois a história delas é a mais difícil de todas,ninguém sofreu mais do que elas.Sendo por isso mais merecedoras de serem iluminadas, de saberem mais do que os outros, que já pagaram a sua dívida e por isso são mais especiais.


Estas ilusões,são apenas algumas,poderia referir muitas outras, resultam da ação do ego , que é a parte limitada de nós e que nos faz crer como separados de todos os outros,como vivendo num mundo de escassez, onde é cada um por si e aqueles que acedem a informação mais "elevada" são melhores que os restantes.Se por ventura for o seu caso não se preocupe não tem mal nenhum,a nossa essência é perfeita,assim como a vida que somos e que acontece nesta experiência humana e tudo acontece como e quando tem de acontecer e é perfeito como é,pois de outra forma não aconteceria.O mais importante é a aprendizagem que retiramos de cada experiência que passamos.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Se dói, deixa que doa.



A vida é perfeita assim como é e nessa perfeição ela é simples,tudo está em equilíbrio e tudo acontece como tem de acontecer.

Isto quer dizer que é tudo um mar de rosas? 

Nem sim, nem não depende apenas de ti e da forma como encaras a tua realidade e o teu papel nessa mesma realidade.Se acreditares que tudo é muito difícil, que tens de batalhar muito para conseguires algo, que apenas alguns podem ser felizes, enquanto outros estão condenados a serem infelizes, então para ti tudo será assim mesmo, e terás razão.

Podes no entanto escolher ver a realidade de outra forma,pois as tuas crenças são apenas ideias que pululam na tua mente e que embuidas de emoção se tornam reais para ti.Em cada momento podes escolher onde colocas a tua atenção e aquilo em que te focas torna-se real para ti.

Depende apenas de ti a forma como vives a tua vida,mais ninguém pode viver a tua vida,apenas tu a podes viver e sejam quais forem as opiniões das pessoas que te rodeiam,as tuas verdades são aquelas que aceitas para ti e aquilo que aceitas como verdade para ti, vê-se nas tuas ações,vê-se na forma como tratas as pessoas ao teu redor, na forma como te tratas a ti mesmo.

Permite-te viver em pleno a tua essência,permite-te desligar o complicómetro que te faz criar cenários catastróficos e simplifica o teu existir.

Sê presente em cada momento da tua vida e isso implica aceitar o que quer que aconteça sem julgamentos,apenas sê presente. E se as emoções que passam em ti forem de tristeza, vive essa tristeza, sente-a por completo, se doer,deixa que doa, aceita a mensagem que ela te transmite e deixa que ela se vá, sem apêgos,sem lamentações.

Quando o momento for de alegria,vive-o em pleno, saboreia cada instante, deixa que ele te eleve, deixa que o corpo flutue.Aprende o que ele te ensina e deixa que se vá, pois ele irá partir.Sem apêgos, deixa-o ir, pois tu és livre, nada te aprisiona a não ser que deixes que essas emoções te definam.

E se deixares que te definam,escolhes ser menos do que és,pois aquilo que é ilimitado não pode ser contido em nenhuma definição.Mas se precisares de algumas definições para te sentires seguro,então escolhe o amor, tu és amor, um amor incondicional, que tudo abrange e nada exclui.

Esse amor conduzir-te-à de regresso a casa, de onde na verdade nunca saíste, apenas por um instante acreditaste que sim.

sexta-feira, 15 de junho de 2012

7 Formas para permitires que a tua essência brilhe



A tua essência é perfeita,assim foste criada e nada pode mudar isso, apenas a tua perceção pode limitar a tua consciência sobre a tua verdadeira essência,mas a tua perceção é apenas uma ideia e como tal só existe enquanto acreditares nela,enquanto te identificares com ela.

Podes escolher agir de forma diferente permitindo que a tua essência esteja mais consciente na tua realidade, de seguida deixo-te algumas formas para o fazeres:

1 Amor próprio

Ama-te de verdade em pleno,assim como és, só amando aquilo que és e dando espaço para que te possas expressar naturalmente irás perceber aquela que é a tua verdadeira essência.E quanto mais te amas,mais amor terás para dar, pois descobres que és completa, que nada te falta.

2 Paz interior

Vai dentro de ti e encontra esse espaço de paz e harmonia que existe em ti, esse lugar único que nada pode alterar, que condição nenhuma da tua realidade pode afectar.Essa paz que resulta da eternidade do teu Ser na plenitude da criação.

3 Plena de amor

Tu és amor,essa é a tua essência e isso não é uma coisa, não é material,não pode ser contabilizado,não pode ser medido,apenas pode ser expressado,apenas pode ser sentido,ser vivenciado.E quando te permites Ser esse amor descobres que não precisas de o procurar fora de ti,pois possuis todo aquele que poderias precisar.

4 Partilhar

Partilhando permites-te saber que possuis tudo, que és completa e perfeita, pois só pode dar quem tem para dar e tomas consciência que tens na medida em que te permites dar.É a partilha que te prova que tens em ti tudo aquilo que por vezes pensas que te falta.Aquilo que partilhas expande-se, recebes de volta multiplicado.
-
5 Unicidade

Tornar consciente em ti que somos todos um, que a nossa essência é una, apenas uma pequena expressão daquilo que somos que se materializa no corpo de cada um de nós, nos faz crer na ilusão da separação,mas nós somos muito mais que apenas um corpo e o ego que o controla, nós somos o espaço infinito onde ele se manifesta.

6 A realidade como uma espelho

A realidade em que vivemos é um espelho do nosso interior, ela manifesta as nossas crenças e todos os aspectos da nossa realidade são expressões das ideias que nasceram na nossa mente,seja  elas conscientes ou inconscientes para nós.Assim foca as tuas ideias, a tua atenção no bem e é isso que verás reflectir-se na tua realidade,se procuras ver o bem em todas as coisas e pessoas é isso que verás.

7 Agir com paixão

Faz o que te apaixona, e para fazeres o que te apaixona começa por fazer tudo o que fazes com paixão,mesmo aquelas tarefas que te parecem menos interessante,mas que as tens de fazer.É aceitando aquilo que fazes agora que caminhas para fazer aquilo que te apaixona.Encontra a motivação certa para agires e ela começa no foco positivo.

terça-feira, 12 de junho de 2012

5 Passos para desligar o complicómetro



O complicómetro é ligado por ti, só tu o podes ligar e deixar que ele intervenha na tua realidade, mas também és tu que detém o poder de o desligar, essa é uma escolha tua. Deixo-te cinco passos que te podem ajudar a desligar o complicómetro da tua vida, e eles são:


1 Aceitar as coisas como elas são

Ao aceitar as coisas como elas são aceitas simplificar a tua vida,o complicómetro só se inicia quando começas a fazer suposições sobre aquilo que acontece na tua realidade,quando fazes assumpções sobre os motivos que deram origem às ocorrências que observas a acontecerem ao teu redor, e que normalmente são baseadas em factos passados.São essas memórias passadas que servem de filtro para a forma como julgas o que acontece no presente na tua vida,impedindo-te assim de vivenciares a realidade como ela é no agora.

2 Fazer aquilo que podes.

As coisas acontecem como tem de acontecer e na maior parte dos eventos da tua vida, não tens como controlar o que acontece, aquilo que podes sempre controlar é a forma como lidas e interpretas aquilo que te acontece.Assim permite-te estar recetiva ao que a vida te presenteia e faz apenas aquilo que podes fazer,liberta-te da necessidade de controlar todos os aspectos da tua vida.

3 Aceita aquilo que não podes mudar

A mudança do mundo não depende de ti, não consegues mudar o mundo, podes sim mudar a forma como lidas com o mundo, a forma como interages, como interpretas o mundo. E essa mudança ocorre dentro de ti e o melhor disso é que mudando a forma como percecionas o mundo, o mundo muda para ti.Assim deixa de tentar mudar o  mundo ao teu redor, esperando que as pessoas mudem, que as circunstâncias mudem e como não consegues que isso aconteça aquilo que consegues é frustração na tua vida e aceita aquilo que não podes mudar e muda aquilo que podes.

4 Escolher a solução mais simples

Quando o complicómetro está em funcionamento tendes a ver muitas dificuldades, tendes a criar os piores cenários possíveis e vês os problemas a avolumarem-se na tua vida.Em vez de encarares aquilo que tens como problemas, encara-os como desafios para que possas evoluir e depois perante esses desafios opta pela solução mais simples, vendo as coisas como elas são,sem projetar cenários e verás que a resposta mais adequada a cada situação surge no momento certo.


5 Foco positivo

Quando te focas no positivo deixas pouco espaço para que o complicómetro se inicie, pois quando procuras ver o bom em cada situação, em cada pessoa irás ver isso mesmo.Isto não significa que não tenhas momentos menos bons,mas significa que tiras o melhor proveito possível desses momentos e não deixas que eles cresçam para lá daquilo que eles são de facto,nem deixas que eles te definam enquanto Ser.
Quanto mais te focas no positivo,mais positividade terás na tua vida, pois semelhante atrai semelhante.

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Desligar o complicómetro



Enquanto humanos somos imperfeitos e as nossas experiências de vida servem para que possamos evoluir em consciência e despertar para a nossa essência.

Como humanos acreditamos que somos limitados,pelo corpo e pela mente que o governa,acreditamos piamente na personalidade que fomos construindo ao longo dos anos e quando algo coloca em causa aquilo que temos como verdade,então ai reagimos e recusamos a aceitar que possa ser de outra forma,que aquilo que achamos que somos afinal é uma mera ilusão, um mero sonho limitado  e numa tentativa de sobrevivência evitamos tudo o que seja questionar aquilo que temos como certo,como verdadeiro.

Escolhemos sempre mantermos-nos na nossa zona de conforto, ainda que doa, do que arriscarmos no desconhecido. O medo paralisa-nos e tendemos a complicar as situações que acontecem na nossa vida,criamos um complicómetro que entra em funcionamento e cada vez que algo nos pareça bom de mais para ser verdade,achamos que tem de haver algo mais, que a vida é muito complicada e difícil e que temos de sofrer muito.

A perfeição não existe é uma utopia, pensamos  e por isso tendemos a complicar as coisas,a ver o que não está lá,mas que depois procuramos as provas que nos venham dar razão e como nos focamos nisso acabaremos por encontrar essas provas.

E depois vem as afirmações, do tipo; eu vem me parecia, eu tinha razão,isto não podia ser tão simples, era bom demais para ser verdade. Numa espécie de profecia auto-realizada, obteremos a razão que procurávamos.

Mas podemos optar por deixar as coisas serem como são,permitir que a simplicidade da vida se manifeste na sua perfeição e isso ocorre quando desligamos o complicómetro e permitirmos-nos desfrutar de cada momento pelo que ele é.

Quando percebemos que a vida é feita de balanços e equilíbrios perfeitos, que somos mais uma peça, importante e indispensável, desta imensa engrenagem que é a vida,que é a existência.E que a nós só nos é pedido que estejamos presentes,compondo uma visão geral do todo perfeito que é o existir.

segunda-feira, 4 de junho de 2012

5 Atitudes para experienciar o Ser



São as atitudes que fazem a diferença sobre  o que vais experienciar na tua vida,elas definem o guião que te irá orientar e condicionar a tua forma de agir.As tuas atitudes são fundadas nas tuas crenças,aquilo que acreditas como sendo verdade para ti, e essas crenças são pensamentos e como pensamentos que são acontecem nesse imenso espaço de possibilidades infinitas que és tu.

Mas esses pensamento não te definem, a não ser que o permitas, tu podes escolher onde colocas a tua atenção e aquilo que escolheres, depois irás procurar na tua realidade as provas que confirmem aquilo em que escolheste focar-te.Acontece uma espécie de profecia auto-realizada,como acreditas torna-se manifesto na tua vida e como experíencias na tua vida, tens as provas de que aquilo em que acreditas é mesmo verdade.

Assim cinco atitudes que te podem ajudar a experienciares o Ser são:

1 - Sê Simpático

Sendo simpático com a tua realidade e com as pessoas que dela fazem parte, escolhes tratar-los como gostarias de ser tratado.Ser simpático é perceber que existem tantas realidades quanto o número de pessoas, logo não condiciones a tua experiência apenas àquilo que te é conhecido,deixa-te surpreender pela vida. 

2 - Sê Justo

Ser justo é tomar consciência que cada pessoa faz o seu melhor de acordo com o seu nível de consciência do momento e que as diferenças de opinião em vez de servir como desculpa para separar as pessoas,podem servir para todos aprenderem e evoluírem.
Pois nada acontece por acaso e todas as pessoas que entram na nossa vida,independentemente do tempo que ai permanecem,são portadoras de uma lição para nós,mas para conhecer essa lição temos de estar recetivos,ter mente aberta para retirar o melhor de cada situação.

3 - Sê honesto

Ser honesto é permitir espaço para que os outros sejam quem são aos nossos olhos,pois se os julgarmos à partida,perdemos a oportunidade de os ver de verdade e iremos apenas ver a imagem que criamos sobre aquela pessoa.Abandona a necessidade de julgar e fica plenamente presente quando em presença de outras pessoas e situações que surjam na tua vida.

4 - Sê verdadeiro

Sê verdadeiro contigo próprio e não sejas apenas uma projeção de uma ideia de ti que é suposto corresponder aos ideais da sociedade.Quando ages em função daquilo que achas que os outros esperam de ti, estás a aceitar aprisionar-te e a limitar o teu potencial.E por outro lado encontras a desculpa perfeita para não agires ou então desresponsabilizares-te pela tua vida,culpando os outros e as circunstâncias pelos teus insucessos.Ser verdadeiro é seres tu próprio, é deixares espaço para que a tua essência se manifeste na tua realidade.


A tua essência é perfeita, assim como a vida e tudo o que acontece, acontece quando tem de acontecer e como tem de acontecer,por isso não te preocupes pela forma como as coisas se passaram no passado e foca-te no momento presente.Estando recetivo ao que a vida te dá, àquilo que ela te ensina por forma a despertares e a elevares o teu nível de consciência, tendo uma atitude correcta e agindo no presente irás alcançar tudo a que te proponhas.

sexta-feira, 1 de junho de 2012

O método para fazer as coisas acontecer em três passos


Este método apelidei de Triplo A e quando devidamente aplicado poderás atingires tudo aquilo a que te propuseres, tudo aquilo que definas como um objetivo.
  
O primeiro A é de Atitude

É a atitude que estabelece o teu estado de espírito e que ditará o quão bem sucedido serás naquilo a que te propuseres fazer.Perante uma mesma situação a tua atitude pode escolher ver as dificuldades, os problemas ou então pode-te fazer ver as oportunidades, as soluções.

A tua atitude pode ser de ver o copo meio cheio ou meio vazio, e seja qual for a tua opção, ela será a certa para ti em cada momento, pode é não ser a certa para atingires determinado objetivo que tenhas estabelecido.Mas é a tua atitude que te fará avançar, que te pode levar mais longe,a desafiares os limites que julgas ter,mas se não os testares nunca saberás onde se desenham esses limites.

O segundo A é de Ação

Agir é fundamental, podes ter a melhor atitude em cada situação,as tuas intenções podem ser as melhores,mas se não as puseres em prática, de nada servem,são apenas mais uma ideia,mais um pensamento que se torna inconsequente.

É através da ação que podes descobrir os aspectos que precisas de melhorar,pois por vezes aquilo que mentalmente parece ter tudo para ser perfeito,depois na prática não é assim tão exequível.Mas o bom ao agir é que podemos aprender com os erros e melhorar a partir deles,pois só não erra quem não faz, é por tentativa e erro que se consegue a melhoria,que surje a inovação.

O terceiro A é de Agora

O momento de agir é sempre no agora,se deixares rolar, se procrastinares, então as coisas não acontecem.É agora que vives a tua vida, o passado já passou, não o podes mudar mais,apenas pode servir como referencia,não deixes que o passado te aprisione e te condicione a vida.

Por outro lado o futuro não existe a não ser em pensamento, é sempre algo de imaginado, pois quando ocorrer será sempre no tempo presente.Este é o único onde podes agir,mas para isso tens de estar presente,inteiramente focado para puderes fazer uso pleno das tuas faculdades,para estares plenamente consciente e alerta aos sinais que a vida te dá e que podem servir de suporte e guia para seres bem sucedido.


Assim seja qual for o teu propósito ser tiveres a Atitude certa,se agires em conformidade e com a certeza que esse momento para a Ação é o Agora, então estarás sempre mais próximo de alcançares os teus objetivos e estarás em fluxo com a vida, com o universo e mais alinhado com a tua essência.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...