terça-feira, 30 de outubro de 2012

Existe um lugar em ti...



 Existe um lugar em ti onde podes te conhecer de verdade, onde a tua essência perfeita espera que olhes para ela, que despertes da ilusão de limitação, de separação, onde te vês como incompleto. E quando o fizeres verás essa imensa luz de amor, de paz e alegria que te preenche.

Já não precisas de ter mais medo de olhar para dentro e encontrares essa luz poderosa que és, onde nada te pode limitar, nada te faz recear.

Deixa que esse amor puro se liberte, pois apenas a tua atenção te impede de ver aquela que é a tua essência, ainda assim, não a pode modificar, apenas a tua mente limitada te faz acreditar numa ilusão de escassez onde tens de ser menos do que és de verdade, para que ela,a mente limitada, se possa perpetuar.

Quando estiveres preparado podes deixar partir essa ilusão e regressar ao aconchego da tua essência perfeita, ao teu lar de amor, livre das amarras que te fazem acreditar que tens de sofrer e que ninguém dá nada a ninguém.

Tu és livre, tu és amor.

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

5 Dicas para melhorar o bem estar


O teu bem estar depende apenas da tua perceção, é ela que te diz se estás bem contigo própria, é a forma como interpretas a tua realidade interior e exterior que te permite tomares consciência do quanto te sentes plena contigo mesma.

De seguida deixo-te cinco dicas para melhorares o teu bem estar:

1 Emoções positivas
Focares a tua atenção nas emoções positivas é indutor de bem estar, pois não consegues estar a vivenciar emoções positivas e sentires-te mal ao mesmo tempo. E essas emoções positivas podem ser alimentadas por ti, se escolheres ver o lado bom de cada situação, é isso que verás e quanto melhor te sentes, mais reparas nas coisas boas que estão ao teu redor, funciona como num efeito de bola de neve.

2 Comprometimento
Se te comprometeres em agir próativamente para o teu bem estar e o dos que te rodeiam, terás resultados visíveis na tua realidade disso mesmo. O teu bem estar é também um compromisso que fazes contigo mesma e com a tua vida, de aceitares aquilo que esta te dá e de tirares o melhor proveito de cada situação,mesmo quando estas te pareçam menos boas. Quando te focas em retirar os ensinamentos positivos de cada situação elevas o teu nível de consciência e logo o teu bem estar.

3 Relacionamentos
Ninguém vive sozinho, estamos todos conectados uns com os outros, mesmo que disso não tenhamos consciência.Assim se alimentares, se nutrires com amor, os diversos relacionamentos que existem na tua vida, estarás a contribuir para o teu bem estar e o dessas pessoas, se conseguires ficar contente com o sucesso das outras pessoas, estarás sempre mais próxima de seres bem sucedida também.

4 Significado
Dar significado à tua vida, ter um propósito que te sirva de orientação, e isto não implica necessariamente teres um objetivo muito claro,muito especifico, pode ser algo mais amplo com viver em pleno cada momento ao serviço do bem e do amor confiando na tua intuição, seguindo o teu coração. E podes estabelecer pequenos objetivos que te aproximem do teu propósito e que sirvam de alento à medida que os vais concretizando.

5 Mente aberta
Permitires-te estar recetiva ao desconhecido é aquilo que te possibilita abandonares a tua zona de conforto, superares os teus medos e acederes às possibilidades infinitas que existem fora das "caixas" em que te permitiste moldar. Se continuares a fazer o que sempre fizeste não esperes resultados muito diferentes daqueles que tens obtido, deixa de tentar controlar ao máximo o que ocorre na tua vida e deixa que esta te surpreenda e te mostre novos caminhos que possas calcorrear.


quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Simplesmente Ama



"Ama quem és. Ama quem foste.Ama quem serás."

Assim é, pois tu és amor, essa é a tua essência e nada, nem ninguém pode alterar isso. Nada acontece por acaso e o que quer que tenha ocorrido no passado foi o que te trouxe até aqui, por isso ama quem foste, só o amor pode te permitir ver que mesmo naquelas situações que julgaste como más para ti, elas permitiram-te elevar o teu nível de consciência, permitiram-te aprender mais sobre ti.

Ama quem és, porque todos os problemas da tua vida resultam da insatisfação que resulta da luta constante que travas entre aquilo que desejavas ser e aquilo que és de verdade, enquanto te focas naquilo que desejavas ser deixas de vivenciar aquilo que és de verdade e desperdiças a tua vida.

Enquanto deixas que o desejo de ser algo diferente do que és, seja o que domina a tua vida, nunca estarás plenamente satisfeita, terás sempre algo que desejar, mesmo quando alcanças aquilo que anteriormente desejavas alcançar.

Essa insatisfação impede-te de ver a essência perfeita que és, o puro amor, a alegria e a paz que residem em ti e que tens desperdiçado através da tua ausência, pois só no momento presente podes desfrutar em pleno daquilo que és e partilhar com aqueles que te rodeiam todo o bem que emana de ti.

E ama quem serás, pois quando entras em contacto com a tua essência sabes que ela é perfeita e intemporal  logo o que quer que seja o teu futuro nesta condição humana, o teu Ser, é e será sempre amoroso. 

Escolhe ver o amor que és em todas as coisas, em todas as pessoas e é isso que irás ver. Quanto mais partilhas o amor que és, mais provas desse amor tens e de múltiplas formas, seja pelo comportamento das outras pessoas, seja pelos acontecimentos que terás oportunidade de testemunhar ou de ser um agente ativo de realização.

Ama sem limites, ninguém pode amar demais, o amor é ilimitado e a tua capacidade de amar e ser amada também o é.



terça-feira, 23 de outubro de 2012

A vida não é fácil...nem difícil


A vida de cada um de nós pode ser fácil ou difícil em cada momento e só depende de cada um de nós que ela seja uma ou outra, pois é apenas a nossa perceção que a torna desse modo. A vida é por si só perfeita, ela é simples, já pensaste na quantidade de ações que se conjugam para que a existência nas suas múltiplas formas aconteça. 

Bastava que o planeta Terra estivesse um pouco mais próximo do Sol e a existência de vida como a conhecemos cessava, logo a única coisa que te pode impedir de veres a perfeição da vida, és tu próprio, é a forma como olhas para a realidade ao teu redor, ou melhor dizendo como crias a realidade ao teu redor. Pois tudo o resto já foi tratado por quem de direito, seja para ti isso Deus, o Universo ou outro nome que acredites.

A realidade de cada um de nós é um eco da nossa realidade interna, são as crenças que pululam na nossa mente que se expressam  nos acontecimentos do dia-a-dia, nas pessoas que dela fazem parte.Essas pessoas respondem aos nossos anseios, às nossas verdades.

As nossas crenças sobre o que são as pessoas, sobre a nossa relação com elas, ou a falta de relação com elas, porque nos vemos como sendo separados uns dos outros, julgamos que estamos limitados por um corpo e vemos os outros corpos como autónomos, como não tendo ligação nenhuma a nós, a não ser que permitamos que se cheguem a nós.

E no entanto, tudo está ligado,apenas a ilusão da realidade dos cinco sentidos nos faz acreditar que não, achamos que aquilo que se passa na nossa mente é privado, que não afeta mais ninguém e que podemos pensar o que quisermos,mesmo quando agimos de forma contrária ao que pensamos e que isso não tem repercussões.

Pois,mas isso não impede que aquilo que é,seja aquilo que é.

Os nossos pensamentos são criadores, são a origem da nossa realidade, porque acreditamos, ainda que por vezes inconscientemente, que somos aquilo que pensamos,mesmo quando não mostramos aos outros tudo aquilo que pensamos. Mas nós sabemos aquilo que pensamos sobre quem somos, sobre aquilo que é suposto fazermos no mundo, sobre aquilo que é esperado que façamos.

A boa noticia é que somos mais que os nossos pensamentos, somos o espaço de consciência onde esses pensamentos ocorrem e que se focarmos a nossa atenção nos intervalos entre pensamentos, vamos elevando o nosso nível de consciência. e entramos em contacto com a nossa essência.

E podemos escolher que pensamentos alimentamos com a nossa atenção e aqueles que apenas observamos e deixamos que partam. Aqueles que escolhermos dar a nossa atenção são aqueles que se manifestarão na nossa realidade física, assim se não estás satisfeito com a tua realidade atual, começa por te focar nos pensamentos que ocupam a tua mente e começa a direccionar o teu foco para aquilo que desejas.

É na tua mente que estabeleces os padrões que servem de medida para a tua avaliação da tua realidade, aquilo que irá percecionar os acontecimentos na tua vida como bons ou maus.

Não controlas tudo o que acontece na tua vida, mas controlas sempre a forma como percecionas aquilo que te acontece e como decides reagir ao que te acontece. De nada serve colocares as culpas nos outros, arranjar bodes expiatórios para as tuas insatisfações , para as tuas incongruências.

Estando alinhado com a tua essência entras em fluxo com a vida e ela cuida de ti.



segunda-feira, 22 de outubro de 2012

4 Práticas que simplificam a tua vida


A vida é muito mais simples do aquilo que pensamos dela, temos tendência, enquanto humanos de complicar o simples, pois não acreditamos que possa ser assim, achamos que a vida é algo de muito complexo e queremos controlar aquilo que nos acontece a cada momento.

E por forma a desligares o complicómetro e simplificares a tua vida deixo-te 4 práticas:

1 Higiene interna
Isso significa arrumares os teus pensamentos, começar por tornares-te consciente dos pensamentos que ocupam a tua mente, perceber que esses pensamentos tem o poder que lhes atribuires, se nada fizeres trabalhas em piloto automático e esses pensamentos controlam quem tu és.Se começares a observa-los verás que eles não te definem, eles tem apenas o valor que a tua atenção lhes atribuir.E podes escolher focar-te no agora e conhecer a perfeição de cada momento.

2 Libertar do excesso
Na vida vamos acumulando muitas coisas que não tem utilidade nenhuma para nós e que vamos mantendo, apenas ocupando espaço e impedindo assim que o novo possa entrar na nossa vida.Isso aplica-se a memórias na nossa mente como a bens materiais em nossas vidas. Começa por te livrar das memórias do passado, observa-as, aprende com elas e deixa-as partir. Deixa de carregar com as mágoas e rancores do passado e fica livre para fluir no amor do presente.

3 Arruma a tua casa
Ao teu ritmo organiza a tua casa, oferece aquilo que já não usas e que esteja em bom estado e deita fora o que não serve para mais ninguém.Faz uma limpeza dos armários e aquilo que não usas há mais de um ano significa que não tem utilidade para ti, ao retirares essas coisas da tua vida crias espaço para que novas possam entrar ou melhor ainda para que possas respirar mais desafogadamente. Podes ainda mudar a posição de alguns móveis de tua casa por forma a simplificar a circulação na mesma, criando fluidez tal como desejas para a tua vida.

4 Consumir menos informação
A quantidade de informação que está disponível hoje em dia para cada um de nós é impressionante, facilmente  podemos dispersar a nossa atenção nessas múltiplas fontes de informação, sejam a tv, jornais e revistas, seja pela internet. E muita dessa informação deseduca e desinforma em vez de acrescentar alguma mais valia à tua vida. Experimenta fazer uma dieta de informação reduzindo a tua exposição a essas notícias, por exemplo cortando uma hora por dia ao tempo que gastas atualmente a ver tv ou a navegar na net.
Essa informação é alimento para o teu ego e nada acrescenta à tua essência perfeita.Simplificando o dispêndio da tua energia podes direciona-la para uma maior consciência de quem és de verdade.

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

6 Dicas para superar os tempos difíceis


Como superar tempos difíceis, como lidar com os desafios que nos são colocados e que nos fazem questionar sobre quem somos e qual o nosso propósito de vida. Deixo-te algumas dicas que te podem ajudar a encontrar as melhores respostas para ti.

1 Aceitação
De nada serve lutar contra aquela que é a tua realidade, quanto mais resistes mais ela persiste, em vez disso aceita a realidade como ela é, isto não significa resignares-te e baixar os braços, significa que a aceitas e estás recetiva a aprender com ela,com aquilo que ela te quer comunicar e depois agir.

2 Qual o seria o pior que te podia acontecer?
Na tua situação atual qual seria o cenário mais negativo de todos, de que forma ela condiciona quem és de verdade?Daqui a cinco anos terá relevância para ti?Poderias ver essa situação de outra forma?
Coloca-te estas questões e deixa que as respostas surjam dentro de ti.

3 Foco nas soluções
Em vez de te focares naquilo que consideras problemas, e que te dará mais do mesmo, permite-te focar nas soluções e terás mais soluções. Se dedicares a tua atenção às soluções começas a vislumbrar um luz ao fundo do túnel e essa luz vai crescendo, através da tua disponibilidade para abraçar aquilo que a vida te dá.Todos os problemas contém em si as soluções,mas para as conheceres tens de desviar a tua atenção do problema para permitires espaço para que a solução se revele.Só elevando a um nível de consciência maior poderás conhecer a solução.

4 Desembaraça a mente
Se te deixares embrenhar em demasiado nas teias da tua mente, crias limitações que te impedem de aceder à tua essência. A tua essência é ilimitada, é intemporal, não conhece barreiras e está sempre disponível, mas para acederes a ela tens de mudar o foco da tua atenção. Estando num estado de atenção plena podes elevar o teu nível de consciência e aquilo que te parecia um grande problema não passa de uma ilusão. 
A atenção plena é o momento presente, ela conhece apenas um tempo que é o agora.

5 Pensamento positivo
Todas as situações tem aspetos positivos, basta que estejas recetivo a encontrar esses aspetos e aqui pensamento positivo não significa que escamoteias as dificuldades,que te iludes e fazes de conta que nada aconteceu, significa apenas que sabes que essas dificuldades não definem quem és, não te limitam a não ser que o permitas. E que escolhes agir próativamente para superares os desafios que te são colocados.

6 Segue o coração
A tua essência é puro amor e o coração é o farol da luz do amor que te mostra o caminho a seguir, se assim o escutares. Ele sabe o que é o melhor para ti, ele cuida de ti, basta que o permitas, que ouças o que ele te diz a cada momento.Foca por um momento a tua atenção na zona do coração, imagina que inspiras e expiras através dele, deixa que a paz que se segue te encha plenamente e sente o que ele te diz.





quarta-feira, 17 de outubro de 2012

A Terceira parte de uma relação feliz


Todos os relacionamentos tem três partes que a integram, mas normalmente apenas tomamos consciência de duas partes e é por esquecermos a terceira que muitas relações deixam de funcionar e podem mesmo acabar.

E as três partes de um relacionamento bem sucedido são:

1 EU
Esta parte de uma relação é aquela que normalmente damos mais atenção, é aquela que condiciona tudo, pois para a maior parte das pessoas o objetivo de uma relação é suprir uma falta que julgamos ter.Entra-se numa relação para que o outro nos preencha, nos venha completar, exigimos do outro que nos ame, que nos dê amor, pois pensamos que precisamos desse amor para nos sentirmos completos, para sermos verdadeiramente felizes, para dar um sentido à nossa vida. E projetamos no outro uma ideia de perfeição, uma ideia daquilo que achamos que deve ser a nossa outra metade e exigimos que o outro esteja à altura dos nossos ideais. Responsabilizando-o se não conseguir atingir aquilo que esperamos.

2 TU
O outro e todas as suas expectativas que são as mesmas do EU, ou seja, que a outra metade o complete e lhe dê aquilo que ele julga faltar, que esteja à altura dos seus desejos e que o faça sentir e viver feliz e pleno.Que suprima todas as suas necessidades e que possa fazer desaparecer todas as suas duvidas, que possa defender dos seus medos. E que acima de tudo possa ser responsabilizado quando as coisas não correrem como é idealizado.

3 NÓS
É esta parte que normalmente é descorada na maior parte das relações, pois este nós não é apenas o somatório do EU e o TU, por forma a fazerem um UM completo, pois isso parte de um princípio de escassez, onde esperamos e exigimos que o outro venha acrescentar aquilo que, julgamos, nos faltar.
Este NÓS é a confluência de dois seres inteiros, dois seres plenos que escolhem partilhar aquilo que são com o outro, tendo por objetivo expandir essa plenitude. A sua base de partida é a abundância, eles tem consciência que a sua essência é amor e que todo o amor que poderia precisar reside dentro de si e a melhor forma de o testemunharem é através da sua partilha. Sabendo que quanto mais dão mais tem para dar. Neste NÓS cada um olha para aquilo que pode acrescentar à relação, aquilo que cada um pode expandir nesta relação e não aquilo que cada um pode ganhar, pode beneficiar com a relação. Ou seja, não é aquilo que posso ganhar de ti, mas sim aquilo que podemos construir a partir daqui, nesta adição um mais um são três e não dois.

terça-feira, 16 de outubro de 2012

5 Dicas para simplificar a vida


 A vida é simples e porque é simples, ela é perfeita.Mas nós enquanto humanos tendemos a complicar aquilo que é simples, pois achamos que tem de haver mais qualquer coisa, não aceitamos que seja tão simples, fomos educados enquanto civilização que a vida é difícil, que temos de lutar muito para ser alguém e chegar a algum lado e se aceitarmos essas crenças como nossas, assim será para nós.

Podes escolher que seja diferente, podes escolher ver as coisas de uma forma diferente, deixo-te de seguida cinco dicas que podem ajudar nesse processo.

1 Abrir espaço para o novo
Cuidar da higiene interior, arrumar as ideias, deixar partir aquilo que já não serve e deixar espaço, dessa forma para que o novo surja na tua vida, abrires-te a novas possibilidades, entrar no desconhecido, pois só assim se pode evoluir em consciência.Se te limitares ao que te é conhecido terás sempre o mesmo tipo de resultados.

2 Diz Sim
Dizer Sim à vida que és, tu és a tua vida, ela não é algo que te acontece, é aquilo que tu és, não existe separação entre aquilo que és e o que é a tua vida. Dizendo sim à vida, aceitando aquilo que ela tem para ti, em vez de tentares forçar que ela siga o rumo que achas ou que te disseram ser o melhor para ti, verás como serás surpreendido positivamente.

3 Diz Não
Saber dizer não é um ato de liberdade, um ato de simplificação da tua existência, pois não és obrigado a fazer as coisas, porque é suposto fazer as coisas de determinada maneira, só porque sempre foi assim que se fizeram as coisas na tua família,  ou no teu país. O não pode ser também um sinal de amor-próprio, dizer não à complicação, à separação, à luta desenfreada pela sobrevivência do mais forte em detrimento do mais fraco, é dizer sim ao teu Ser.

4 Crias as limitações na tua mente
A tua realidade é uma projeção da tua mente, todas as limitações que julgas ter na tua realidade resultam de ideias que tem origem na tua mente, logo para simplificares a tua realidade, vai dentro de ti e observa os teus pensamentos, aqueles que te limitam, que te fazem acreditar seres desmerecedor, são isso mesmo apenas ideias e só se as aceitares como verdade e lhes dedicares a tua atenção e emoção, é que as vivenciarás na tua realidade.Observa-as e deixa-as partir.

5 Simplesmente desfrutar daquilo que é
Quando aceitas aquilo que é, quando aceitas a tua essência na sua simplicidade e plenitude, verificas que és tudo, que tens tudo, pois ser e ter são a mesma coisa, quando te permites Ser tens tudo e isso é muito mais que apenas os bens materiais.Cada pedaço é um reflexo do todo, contém a linguagem do todo e o melhor é que não é preciso compreender, é simplesmente Ser.

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Simples é perfeito


A simplicidade mostra-te a perfeição da vida, a perfeição do teu Ser, é quando ligas o complicómetro que crias os problemas que te impedem de ver com clareza todos os recursos que existem em ti, que te impedem de constatares que as respostas que procuras, por vezes incessantemente, estão mesmo ai, dentro de ti, esperando que lhes dediques a tua atenção.

O simples é perfeito, o simples é amor, pois ele vale por si só, não precisa de mais nada, pois ele tem tudo, ele é tudo e nada pode acrescentar àquilo que é perfeito. Quando te entregas à simplicidade do Ser percebes que tens vivido numa ilusão de separação, de falta, quando na verdade já tens tudo o que alguma vez poderias precisar.

Os problemas resultam de um desvio da tua atenção daquilo que é essencial para aquilo que é acessório, tens olhado para fora, tens colocado o teu poder nas mãos de outros, esperando que te resolvam a vida e quando isso não acontece, culpa-os pela tua insatisfação.

Quando, se te permitires parar e olhar para dentro de ti, irás encontrar tudo aquilo que tens procurado, todas as respostas às tuas duvidas estão ai, só que tens focado a tua atenção nas perguntas que não reparas nas  respostas que estão mesmo ao lado "gritando" pela tua atenção.

Assume as rédeas da tua vida, assume a responsabilidade da tua vida e confia que podes alcançar viver a vida que mereces.

Começa por te aceitar como és, com tudo aquilo que encontras de bom e mau, constituem parte de ti e é pela sua integração que descobres o teu poder pessoal para fazer face aos desafios que a vida te presenteia e que te permitem a autodescoberta, o autoconhecimento.

É para isso que a vida serve, é isso que os desafios que ela te dá servem, para que tenhas oportunidades de descobrires quem és de verdade, para conheceres e vivenciares, pelos contrastes, a tua essência perfeita, de puro amor, alegria e paz.

O simples é perfeito, pois é quem tu és, o simples é puro amor, tu és simples, tu és amor. É hora de descomplicares.



quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Vês aquilo que queres ver


Nós vemos aquilo que queremos ver, assim se te focares no amor, é isso que verás, onde quer que vás e se começares por partilhar o teu amor incondicionalmente terás provas como ele cresce na tua realidade e será também uma prova de que ele existe em ti, pois só pode dar quem tem para dar. Na verdade, tu és amor, é essa a tua essência.

Aquilo a que dedicamos a nossa atenção torna-se real para nós, por exemplo, já te aconteceu quereres comprar algo e de repente parece que o vês em todo o lado, isso acontece porque a tua atenção, o teu radar está focado nisso e procura todas as situações semelhantes.

E isso aplica-se a tudo na tua vida, a questão está com o que decides fazer depois com aquilo a que dedicas a tua atenção. Porque como é algo que começa dentro de ti e depois se reflete na tua realidade, tu acreditas nisso e quanto mais acreditas, mais provas que confirmem as tuas crenças obtens.

Dai a importância de saberes quais são as tuas crenças, pois elas podem te limitar ou podem expandir a tua essência. De uma forma ou de outra, isso só afecta a perceção que tens de ti e a forma como experíencias a tua realidade, pois a tua essência é perfeita e intemporal.


Exposição "Momentos"

Estes quadros são de minha autoria e forma pintados em 2002 e 2003, se estiver interessado em obter mais informações sobre os mesmo ou para os adquirir envie um email para r23.renato@gmail.com
~ Paulo Renato

 
"Tranparência" 50*70 acrílico

"Fluxo" 50*70 acrílico

 "Observador" 50*40 acrílico

"Abraço" 50*40 acrílico 

 "Onírico" 50*70 acrílico

"Aquele que vê" 50*60 acrílico

"Pedaços" 50*70 óleo

"O real não se vê" 50*70 acrílico


"Tríade" 50*70 + 2* 50*40 acrílico

terça-feira, 9 de outubro de 2012

O passado já passou, deixa-o partir


"Faz do passado o passado"

O passado já não o podes mudar, pois o que aconteceu aconteceu e não volta a acontecer, aquilo que podes mudar é a influência que permites que esse passado tenha sobre a tua vida agora.

Podes usar o passado para aprender com ele, todas as experiências que passaste não aconteceram por acaso, pois só acontece aquilo que tem de acontecer e como tem de acontecer, seja isso no teu julgamento bom ou mau.

Se usares o passado para aprenderes com ele, irás crescer, irás elevar o teu nível de consciência e estar mais presente para desfrutar melhor do momento presente, pois a tua vida só ocorre no agora, tudo que seja fora desse momento, significa deixares de viver a tua vida, significa coloca-la em suspenso, mais ninguém a pode viver por ti.

A única coisa que podes mudar do passado é a memória que tens dele, digamos que as memórias positivas que tens são pacificas, aceita-as bem. Já aquelas que consideras más, são aquelas, que se o permitires, te podem aprisionar e impedir de viver a tua vida em pleno como mereces viver.

Essas memórias em vez de as tentar afastar, ou mandar para o fundo do baú, podes olhar para elas com um novo olhar, com mente aberta e ver o que é que isto me ensinou, o que de bom posso extrair daí e seguir em frente. Podes escolher atribuir um novo significado a essas memórias quando te libertas de um julgamento à priori, olhando de forma diferente para o que aconteceu e escolher ser feliz em vez de ter razão.

Escolher libertar-te do rancor e da dor, deixar de ser vítima e escolher tomar as rédeas da tua vida.

Tudo o que acontece na nossa vida são parte de nós, são parte de quem somos, logo rejeitar qualquer pedaço é  uma amputação do ser, nenhum aspeto nosso é imperfeito, aquilo que pode ser imperfeito temporariamente, é a nossa interpretação, é o significado que lhe atribuímos. 

A nossa essência é perfeita, ela é puro amor, é paz e alegria, seja qual for a forma que ela se manifeste, pois ela manifesta-se de múltiplas formas, enquanto vivênciando esta experiência humana não temos uma visão abrangente, uma visão do todo, mas é isso também que nos permite todo o leque de emoções e vivências e tomada de consciência de quem somos de verdade.

É a consciência tomando consciência de si própria.

Só através da limitação se pode vislumbrar a plenitude daquilo que é a nossa essência nas suas diferentes manifestações. Assim deixa que o passado seja passado e escolhe agora estar de corpo e alma, presente e repara como és amorosa, como és perfeita assim como és. Aceita-te como és, vive-te como és e partilha-te assim como és.

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

A qualidade dos teus pensamentos


Já paraste para reparar na qualidade dos teus pensamentos?


Se ainda não o fizeste é hora de o fazer, pois enquanto deixares os teus pensamentos andarem à solta ficas sujeita ao seu domínio e este pode te aprisionar ou liberar. Normalmente não temos consciência de onde surgem os pensamentos, mas tendencialmente acabamos por nos identificar com eles, julgamos que somos quem pensamos, tal como a famosa frase de Descartes de "penso, logo existo."

Mas já é percecionado hoje que somos mais que apenas aquilo que pensamos, logo a frase seria melhor, existo e por isso também penso.

Somos esse espaço de consciência ilimitado onde ocorrem esses pensamentos e eles resultam também das nossas crenças, são as crenças que servem de guião para os pensamentos e elas são formadas principalmente nos seis/sete primeiros anos de vida enquanto humanos.

Nessa fase vamos absorvendo a informação ao nosso redor, principalmente através dos cuidadores diretos e que levam a que se constituam as memórias que são despoletada a cada momento, a cada situação em que estejamos envolvidos e que irão servir como medida de julgamento para aquilo que nos acontece.

Logo não reagimos de facto àquilo que ocorre no presente,mas sim ao julgamento de situações semelhantes que existem na nossa memória e que automaticamente surgem sob a forma de pensamentos que vaticinam os acontecimentos da nossa realidade.

Isto será aprisionador se nos identificarmos totalmente com os nossos pensamentos levando como estejamos arredados do momento presente para estarmos num constante repisar do passado,mas na medida em que tomas consciência de que és mais que os teus pensamentos, que és esse espaço de consciência ilimitado onde eles ocorrem, começas a libertar-te.

E isso é possível de treinar, começa por reparar no espaço entre pensamentos, de inicio poderá ser mais difícil,mas à medida que fores praticando vai simplificando, sê persistente e ao fazer-lo começarás a viver de facto a tua vida pelo que ela é, pois só estando presente no aqui e agora a poderás ver como ela é de facto, livre de julgamentos do passado.

A tua realidade é uma projeção dos teus pensamentos, ela é um espelho do teu interior, logo aquelas pessoas ou situações que mais mexem contigo são aqueles que melhor te servem, pois permitem-te perceber que tipo de pensamentos tens tido, aquilo que precisas de mudar em ti para te libertares dos condicionamentos que te afastam, na tua perceção, da tua essência, porque na realidade nada pode alterar a tua essência.

A tua essência é perfeita e imutável ,sejam quais forem os pensamentos que surjam na tua mente.

sábado, 6 de outubro de 2012

Flui com a vida


"HOJE... Eu aceito o fluxo da vida e livremente liberto-me de qualquer apego com o resultado."

Quando tomas consciência que, és livre de verdade,como é a tua essência, isso significa que aceitas a realidade como ela é e não como desejavas que ela fosse. Os teus problemas resultam desse conflito permanente entre aquilo que desejavas ser e aquilo que és de verdade. Quando aceitas entrar no fluxo da vida e confiar que ela cuida de ti, que te dá o melhor para a tua evolução e te permites libertar da necessidade de controlar os resultados,  de controlar aquilo que tem de acontecer na tua vida, verás que serás surpreendida pela vida. Pois só acontece aquilo que estás preparada para lidar,mesmo aquelas situações que parecem extremas.Confia e entrega-te, flui com a vida e sem apêgos desfruta de cada momento.


quinta-feira, 4 de outubro de 2012

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Honro o lugar em ti


"Eu honro o lugar em ti no qual o Universo inteiro vagueia. Eu honro o lugar em ti que é de amor, de integridade, de sabedoria e de paz. Quando estás nesse lugar em ti, e eu estou nesse lugar em mim, nós somos UM."

Nós somos um é essa a nossa essência, os problemas e conflitos entre os humanos só surgiram quando a ideia de separação tomou conta e as pessoas começaram a acreditar que eram apenas corpos controlados pela sua mente é que estabeleceram diferenças que os faziam ser mais ou menos importantes, uns dos outros.

Mas esse lugar de puro amor e união, que é a nossa origem, a nossa essência, está sempre ai, onde quer que estejamos, pronto para nos lembram quem somos de verdade e quando assim for, veremos em cada rosto, em cada corpo, um pedaço de nós e permitiremos que o amor que somos se liberte e cresça sem amarras de ilusão.

Cuidaremos de cada um que surja na nossa realidade, ensinaremos quem somos pelo trato que lhes dispensamos, alimentando a paz interior para que a harmonia do Ser se torne manifesta em cada ato praticado.

Somos Um, somos AMOR.

Namasté.

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Fica contente com aquilo que és




"Fica contente com o que tens;Regozija pela forma que as coisas são.Quando perceberes que nada te falta, o mundo inteiro te pertencerá." Lao Tzu

A aceitação é a receita para o sucesso na tua vida, para perceberes como é feliz e perfeitamente amorosa a tua essência. Quando deixas de lutar contra a realidade que és e que se reflete naquilo que vês ao teu redor, pois tudo isso é um espelho do teu interior.

São as tuas duvidas sobre quem és de verdade e sobre o que é suposto fazer que te afasta daquilo que és de verdade, mas isso apenas acontece na tua mente, pois na verdade nada pode alterar a tua essência.

 A realidade que vives é criada primeiro dentro de ti e como a crias acreditas nela, procuras e encontras as provas que reforçam aquilo em que acreditas.

 Mudando as tuas crenças, mudas a tua realidade, é uma escolha que só depende de ti.

E quando percebes que nada te falta, que és perfeita assim como és, o mundo pertence-te, porque tu és o teu mundo e deixas de te focar na escassez e deixas que a abundância seja a tua realidade.

 Esta abundância é de substância e não de matéria, embora esta seja consequência da anterior.

Aceita aquilo que é e vivência em plenitude cada momento.

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

7 Dicas para nutrir a sua relação



Cuidar da tua relação para esta seja o melhor que tiver de ser para que cada um possa aprender o máximo possível, dure essa relação muito ou pouco tempo. 

Aqui ficam algumas dicas para nutrir a tua relação:

1 Aceitar o outro como ele é
Esta é a base do sucesso de uma relação, quando conseguimos aceitar o outro como ele é,com tudo aquilo que julgamos como virtudes e defeitos. Quando vemos o outro como ele é somos honestos com ele e connosco também,não nos deixamos enganar pelo desejo do que gostaríamos que fosse.

2 Aquilo que nos afecta nunca é o que pensamos
Quando surgem desentendimentos, não é o que o outro diz ou faz que nos tira do sério,mas sim a forma como interpretamos aquilo que o outro diz ou faz, o significado que atribuímos depende apenas de nós.Somos nós que nos podemos tirar do sério ou não,podemos sempre escolher entre ter razão, projetando no outro a culpa pelo que sentimos ou então podemos escolher ser felizes e impedir que aquilo que achamos que o outro faz ou diz, nos afecte.

3 Empatia
A empatia é importante numa relação, pois implica procurar ver as coisas do ponto de vista do outro, perceber se estando no lugar do outro agiríamos de igual forma. Mas a empatia não implica concordar com o que o outro faz,mas sim compreender o seu ponto de vista e perceber que o que o outro faz tem a ver com ele próprio e não connosco.Só tem a ver connosco a partir do momento que deixarmos que  nos afecte.

4 Elogio
Elogiar algo que consideramos como bom e dizer à outra pessoa, fazer ver que estamos atentos que estamos presentes. Um elogio pode ser uma coisa tão simples como um sorriso, um olhar, que por vezes falam mais que o maior dos textos.

5 Ser inteiro
Perceber que nada precisamos que o outro nos dê, que o outro tenha que completar em nós, tomar a consciência que a nossa essência é perfeita, que ela é amor e que não precisamos do amor do outro para nos sentirmos inteiros, mas sim porque decidimos partilhar o amor e fazer com que cresça. Partindo não de uma sensação de falta,mas sim de uma sensação de abundância onde a partilha é a vontade.


6 O amor é sempre a resposta
Quando tiver duvidas o amor é sempre a resposta, ele tudo envolve e nada exclui.Se tudo o que fizer for feito com amor então não irá errar,mesmo que os resultados sejam diferentes daqueles que estava à espera ou que desejava que fossem e se estiver presente em cada momento percecionará a perfeição da vida.

7 Que seja bom enquanto dura
E será sempre bom,mesmo nos momento que consideramos maus, se formos honestos e verdadeiros connosco, pois quem entra na nossa vida deixa sempre algo de seu e leva algo de nós.Nada acontece por acaso e vem até nós quem precisamos em cada momento para aprendermos a nos conhecer de verdade e despertarmos o Ser perfeito que somos em essência.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...