segunda-feira, 11 de junho de 2018

O confronto com a realidade



A realidade é como é e nada podes fazer para mudar isso, aquilo que depende apenas de ti e de mais ninguém, é a forma como lidas com a realidade, é a forma como a percecionas. E é aqui que reside o quão feliz ou infeliz te irás sentir, o quão fácil ou difícil te parecerá a realidade que te é dada a viver.

Existem tantas realidades quanto o número de pessoas que existem, na verdade são versões limitadas da realidade e é isto que fará toda a diferença para ti, quanto mais ciente disto estiveres mais em fluxo com a vida estarás e mais simples se torna a tua realidade.

De nada serve entrares em confronto com os demais só porque vêem a realidade de modo diverso ao teu. É na defesa da sua  versão do que é a realidade que surgem os maiores confrontos da humanidade e também os mais pequenos. E como seria mais simples reconhecer que ninguém possui a noção da real dimensão da realidade e aquilo que para um é verdade pode ser diferente para um outro, sem que isso signifique que uma pessoa seja melhor que a outra por causa disso.

A regra base essencial é o respeito pela vida, o direito à vida e que a liberdade de cada um não implica diminuir a liberdade de outro. 

Havendo respeito, só temos a ganhar enquanto humanos tendo a abertura para ver a realidade de acordo com as diferentes perspectivas de outros seres humanos e no final poderemos ficar mais ricos, mais esclarecidos sobre o que gostamos mais ou menos, sem perder a liberdade de manter a nossa visão da realidade.

A realidade sendo como é abarca todas as versões , todas as diferentes perceções que os humanos criam sobre ela. Ninguém é excluído, ninguém fica de fora só porque tem uma visão da realidade que seja muito fora do que seja mais comummente aceite. 

Nada acontece por acaso, se acontece é perfeito que aconteça de outro modo não aconteceria e como tal de nada serve resistirmos contra aquilo que a realidade nos presenteia. 

Isso no entanto não implica que tenhamos de aceitar passivamente tudo o que acontece, apenas significa que se acontece existem motivos para que aconteça e que se tivermos a abertura para aprender com o que acontece, se tivermos abertura para reconhecer o que nos quer comunicar iremos elevar o nosso nível de consciência e desse modo mais em fluxo com a vida que somos.

E por vezes resistir ao que acontece é aquilo que é suposto que façamos e é assim para que possamos ir ao encontro daquilo que existe em nós, para que possamos relembrar o quão forte já somos e não sabíamos que éramos até a realidade nos fazer relembrar isso mesmo.

Sempre que escolheres entrar em guerra com a realidade, com aquilo que é, fica preparado para perder em cem por cento das vezes, porque nada pode mudar aquilo que é. Aquilo que podes mudar sempre que quiseres é a tua interpretação da realidade. 

É a tua versão da realidade que pode ser modificada e não a realidade.



Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...